sexta-feira, 7 de junho de 2013

Só para ser uma lufada de ar fresco na blogosfera, eu caguei na Feira do Livro.

9 comentários:

Isa disse...

Lóbe u

jack disse...

high five!

Pec disse...

Tipo. Cenas.

Tendo em conta a quantidade de promoções que volta e meia se vão fazendo hoje em dia de 10%, 15%, 30%, 40% em várias livrarias, a hipótese de se comprar muitas vezes muito mais barato online, ou comprar versões digitais, ou partilhar entre amigos, etc etc etc

qual é o fascínio das actuais feiras do livro? tirando o óbvio "quadro poético" de ver tanto material literário impresso junto, não estou mesmo a ver. pedir autógrafos? dar autógrafos? é isso?

margas disse...

Olha eu tb! Mas não foi por vontade própria, foi mesmo falta de tempo! Nem todos temos uma vida fabulosamente desocupada para ir uma tarde inteira para a feira do livro! humpf!

Linda Porca disse...

Mas literalmente?

Aflito disse...

Sim.

Linda Porca disse...

Havia por lá umas cabines, de facto. E há zonas onde a "mata" do Eduardo VII é mais densa.

jack disse...

o aflito gosta de matas.
é vegetariano.

leva uma gaja para trás das moitas e come a moita.

Linda Porca disse...

Isso é bonito. E saudável, no fundo.

Lá está, a mata proporciona infinitas possibilidades. Não será por acaso que a Feira do Livro é montada (poing) praticamente numa floresta virgem.